Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Amamentação \ Geral \ Artigo

NASCER no BRASIL - Inquérito sobre PARTO e NASCIMENTO

Por: Marcus Renato de Carvalho

Projeto

Nascer no Brasil  

 ganha página na internet

 

                                

             Já está no ar a página eletrônica do projeto

 

Nascer no Brasil: Inquérito sobre Parto e Nascimento,

 

coordenado pela pesquisadora do Departamento de Epidemiologia e Métodos Quantitativos em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública, Maria do Carmo Leal.

 

O site foi desenvolvido pela Coordenação de Comunicação Institucional da ENSP (CCI) e tem o objetivo de viabilizar a comunicação da equipe de pesquisa - espalhada por todos os estados brasileiros e Distrito Federal - com vistas ao compartilhamento dos instrumentos de trabalho da pesquisa, de experiências, da divulgação do projeto na mídia nos estados e das vivências da própria realização do trabalho de campo.

O Nascer no Brasil é um estudo de abrangência nacional que busca estimar a prevalência de partos cesarianos ocorridos em instituições públicas e privadas do Sistema de Saúde brasileiro, segundo localização geográfica, além de descrever as complicações maternas e nos recém-nascidos por tipo de parto, com ênfase na prematuridade, bem como a análise das associações entre estas, controlada por variáveis intervenientes.

Foi contemplado pelo Programa de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Saúde Pública (Inova-ENSP) e é organizado pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca em parceria com o Instituto Fernandes Figueira (IFF), universidades estaduais e federais e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

A página eletrônica traz dados sobre o crescimento das taxas de cesariana em todo o mundo, além de diversas informações sobre os objetivos e metodologia do estudo, resultados esperados, publicações sobre o tema e entrevistas com os coordenadores do projeto. Na opinião de Maria do Carmo Leal, além de ser uma ferramenta para auxiliar a equipe de trabalho em todo o país, por meio do compartilhamento de instrumentos e experiências de pesquisa, o site também pode ser útil à população brasileira.

"Pretende-se também que seja um espaço aberto para perguntas/respostas e para esclarecimento de dúvidas das mães que participarão do estudo. Além disso, irá disponibilizar conteúdos sobre o tema do parto e do nascimento para a sociedade em geral e para as grávidas e seus familiares, em particular", esclareceu.

A página eletrônica do Nascer no Brasil está hospedada no portal ENSP. Nela, também é possível acessar uma galeria de fotos sobre o desenvolvimento do estudo, documentos, sua divulgação na grande mídia e tirar dúvidas. A pesquisa já foi iniciada em vários estados brasileiros e, em breve, irá cobrir todo o país.

 

·         Nascer no Brasil no aleitamento.com

– seção links afins

 


Última atualização: 31/03/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
23 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital