msg aviso
Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

BEBIDAS ALCOOLICAS PREJUDICAM a AMAMENTAÇÃO ?

Por: Julie Mannella e cols.

Impactos do álcool na qualidade e quantidade do leite materno

 

          O consumo de álcool causa impactos na qualidade e quantidade do leite materno, dizem os pesquisadores, os mais velhos dizem que pequenas doses de bebida alcoólica podem melhorá-las.

Cientistas da Monell Chemical Senses Center nos Estados Unidos relatam que mesmo doses moderadas de álcool irão afetar os hormônios responsáveis pela lactação de maneira negativa.

Seus descobrimentos constataram que 25% das mulheres relataram terem sido encorajadas por seu profissional de saúde a ingerir bebida alcoólica durante a amamentação.

"Não houve nenhuma evidência científica relevante que apoiasse essa idéia", disse o autor líder Julie Mannella.

O papel do álcool na sociedade, e seus impactos na saúde da nação, continua sendo o foco de novas pesquisas.

Um estudo recente, por exemplo, sugere que um poderoso anti-oxidante encontrado no vinho tinto, poderia proteger contra coágulos no sangue e possivelmente contra altos níveis de colesterol - ambos associados com condições cardíacas.

Esse pequeno estudo mais recente sobre mães que estão amamentando descobriu que o álcool gera distúrbio hormonal na lactação de uma maneira que poderia impedir uma amamentação bem sucedida.

Para a pesquisa, 17 mulheres, com filhos em fase de amamentação na faixa de 2 a 4 meses de idade, beberam, cada uma, suco de laranja contendo álcool num dia, e no outro beberam suco de laranja puro.

A dose de álcool foi equivalente a existente em 2 copos de vinho.

Amostras de sangue foram analisadas durante o processo, verificando a concentração dos 2 hormônios que controlam a lactação: ocitocina e prolactina.

O álcool afetou os 2 hormônios da seguinte maneira: ocitocina sofreu um decréscimo de 78%, e a prolactina aumentou em 336%, comparada quando as mulheres ingeriram apenas suco de laranja.

"Em condições normais de aleitamento materno a ocitocina e prolactina tendem a se comportar de maneira semelhante. Porém, com o consumo de álcool a resposta desses 2 hormônios que regulam a lactação foi divergente."

Buscando acalmar as mães, os pesquisadores adicionam que uma mãe que está amamentando e bebe ocasionalmente pode esperar algumas horas depois de beber parar amamentar seu filho, e dessa maneira ele não ingerirá um leite que contenha álcool.

***************************************************

No Brasil, por exemplo, um país que o consumo de álcool é grande, o mito de tomar cerveja preta para aumentar a produção de leite ainda é muito difundido, e esta pesquisa mais uma vez ratifica o quanto é prejudicial para a nutriz e seu lactente.

www.aleitamento.com

 

Este artigo foi traduzido pelas estudantes Fernanda Chuva e Monica Mello da Faculdade de Medicina - UFRJ – 3º período (I/2005), como uma das atividades da disciplina PINC – Programa de Iniciação Científica, sob supervisão do Prof. Marcus Renato de Carvalho


Última atualização: 25/4/2011

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade | Fale Conosco
18 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital